Os projetos fixos apresentados nas categorias do blog são apenas modelos. Personalizamos qualquer projeto com o tema e as cores que você desejar.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

UMA HISTÓRIA DE PAI E FILHA...



EU, COM 1 ANO DE IDADE, E MEU PAI 


Domingo vamos comemorar o Dia dos Pais... o meu já não está presente há muitos anos, mas nessa data me dá uma nostalgia de lembrar dos momentos que vivemos, então relembro sempre os bons momentos...

Dizem que eu sou a cara do meu pai e tenho o mesmo temperamento que ele... verdade... sou a filha mais velha e minha mãe sempre conta que quando eu nasci, ele ficou abobado! 

Durante minha infância, nós tínhamos uma relação bem bacana e carinhosa, meu pai sempre muito protetor, meu porto seguro... na minha adolescência, nós  tivemos uma relação bem conturbada... ele, sempre muito ciumento comigo, não podia chegar tarde, não podia namorar, coisas de pai antigo... então, vivíamos brigando!! Tudo que eu queria na adolescência ele resolvia podar...

O tempo foi passando e nós nos afastando... vivendo na mesma casa, mas sempre distantes... quase não conversávamos e muito menos trocávamos palavras e gestos de carinho... eu sofria do meu lado e ele sofria do lado dele...

Aos 27 anos eu ainda vivia com meus pais e resolvi fazer a viagem dos meus sonhos... juntei algum dinheiro e meus pais pagaram a passagem... seriam 3 meses fora, uma porta para conquistar minha liberdade; já fazia planos para morar sozinha quando retornasse, se retornasse...

Meu pai faleceu na primeira semana da minha viagem... aos 58 anos... a família resolveu não me avisar, acharam melhor assim, de nada ia adiantar meu retorno...

Quando eu voltei e só ao entrar em casa soube da notícia, fiquei em choque... não chorei, não conseguia falar sobre o que tinha acontecido... para mim, meu pai estava viajando e voltaria a qualquer momento...

Ele não voltou e depois de algum tempo, eu fiquei muito mal, muito mal mesmo... sentia que estava sem chão, só um vazio, foi difícil prosseguir... mas, o pior de tudo era a culpa...

Culpa, arrependimento, angústia, por não ter dito tantas coisas que desejava, por ter sido tão dura, inflexível, por não ter demonstrado o quanto o amava...

Trouxe essa história para vocês, para dar uma sacudida mesmo em quem precisa... seja a idade que tiverem, as dificuldades de relacionamento que tiverem com seus pais, não sejam inflexíveis; se seus pais não tiverem maturidade para resolver as diferenças entre vocês, procurem dar o primeiro passo... pode ser complicado, mas pensem que muitas vezes não dá para voltar atrás...


Então, fuçando na net, eu encontrei um DIY para o Dia dos Pais que tem tudo a ver com a minha história! 


Um pote dos desejos... desejos de uma filha para seu pai! Todos os dias, ele tira um papelzinho do pote e lê qual o desejo dela para ele naquele dia... o máximo!!   










Se você for uma filha "grandinha", não se acanhe, aproveite e coloque todo seu amor nesse pote! Decore-o como quiser! Coloque quantos desejos achar que devam ser colocados... no pote das imagens, foram colocados 55 desejos (veja aqui)
Você pode escolher 365 desejos e, recomeçar no próximo ano!!


Se você for a mãe, explique a ideia para seu filho ou filhos, se eles já tiverem idade para entender; deixe que eles decorem o pote e, se já souberem, que eles mesmos escrevam os desejos...


Ideia simples e linda para dizer tudo que desejamos aos nossos pais! Ah... se eu pudesse voltar no tempo...


BJS


Sil

27 comentários:

Dani Neri disse...

oi queridaaaaa, vim aqui retribuir as visitas q vc sempre faz em meu blog...e deixa recadinhos carinhosos, mas a minha vida anda tão corrida q não entro em quase nenhum rs

Um gde beijo pra vc!!!
Adoro o seu blog tbm viu!
Prometo q daqui pra frente serei + presente rs
:)

bisou :*

Jaqueline Nascimento disse...

Olá, Sil!

Venho agradecer pelo seu comentário no meu blog! Fico feliz que tenha gostado da Vivi! Sempre que puder, estarei postando coisas sobre ela! Se vc tem uma filhota canina, sabe como é isso ... ehehe ... Mais uma vez obrigada e volte sempre!

Beijos

Jaque

http://danieljaquesisposeranno.blogspot.com/

Edivânia disse...

Nossa Sil comovente a sua história muito bom você ter compartilhado até dá uma sacudida, porque muitas vezes a relação pai e filho é um pouco complicada.

Não tenho mais pai, meu pai faleceu quando eu tinha 13 anos mas realmente é muito importante os laços paternais.

Bjus

Margarida disse...

Oi querida, fiquei comovida com a sua história, obrigada por compartilhar, a sua foto com seu pai é linda. Adorei a ideia do pote, mesmo grandinha fiquei querendo fazer um pro meu pai! Beijinhos

Carol Liôa disse...

nossa amiga q historia! mas seu pai sabia o quanto vc o amava!! olha, amei essa ideia! sera q vc poderia nos dar uma ideia do q escrever para colocar no potinho???
fiquei com vontade d fazer^^ bjssssss

Betty Gaeta disse...

Oi Sil,
Estou aqui aos prantos com a sua história. Eu sou chorona profissa e tive problemas com meu pai, mas menos do que tive com minha mãe, pois meu pai era muito omisso, ausente, mas eu sabia que me amava.
Vão chegando estas datas comemorativas e eu não fico nada bem...
Beijos 1000 e um meio de semana maravilhoso para vc.

www.gosto-disto.com

Vida de Gestante disse...

Finalmente achei seu blog de novo! hehehe
Amei a sua história e fiquei muito emocionada. Eu quase perdi meu pai de cancer há 5 anos, e depois disso aprendi muito com ele sobre falar pras pessoas o q eu penso delas, o quanto as amo hoje, pq não sei o dia de amanhã. Adorei a ideia do pote! Até pensei em fazer, ams eu só teria amanha e pensar em 365 desejos não é fácil! hehehehehe Mas mto original!!!
Bjao
MaH

Raquel Leal disse...

Oi Silvana. Assim que vi este LO seu na postagem vim ler! Foi um dos primeiros Los de scrap que vi no meu início qdo conheci o scrap, é a foto da sua comunidade do orkut:"!Scrapbooking precisa ser caro?". Tudo o que aprendi no início foi com você e a Jaluza lá na comu. Não imaginava que este LO tivesse uma história tão forte por trás. Obrigada por compartilhar. Beijocas.

Casar é assim... disse...

Oi Sil..

Puxa...que história a sua hein...=/.....Mas com ctz ele está do seu lado e sbae do tantão de amor que vc tem por ele..!!

beijos!!!

Ju Alvarez disse...

Oláaaa!!!!

Logo de manhã dando uma passadinha por aqui pra revigorar as forças criativas...e me deparo com essa idéia maravilhosa! Esse potinho é demais gente!

Obrigada pela visitinha lá no Do Tipo Atrevida!

Bjos

Ju Alvarez

http://dotipoatrevida.blogspot.com
tw>@jusalvarez

Lu,mamãe do Deko e da Leka disse...

Oi Sil linda sua historia de vida..esse ano vou passar o dia dos pais com meu pai estou tao feliz fazia muito tempo que isso nao acontecia...
Nossa foi um susto nosso coração fica apertadinho..kkk espero nao passar mais por isso,mas acho dificil né? afinal eles ainda irao crescem e me dar muito mais sustos..kk beijinhos

FabiolaTeles disse...

Que post lindo!!
Fabiola.
http://blogencontrandoideias.blogspot.com/

Na disse...

Q gracinha Sil...
Obrigada pela mensagem, gostei de ler sua história... Um beijo

Fernanda e João Paulo disse...

Oi Sil, nossa me emocionei lendo sua historia, só o tempo para confortar o coração quando perdemos alguém que amamos né!
Linda homenagem, e ótima ideia...

bjs

Cris disse...

Será, Sil?? Falei pro meu marido e ele achou graça. Te conto quando chegar a nossa Laurinha! ;)
Beijo

Fátima disse...

Nossa amiga, que difícil foi para vc, saber assim, imagino como ficou chocada. Espero que seu coração esteja mais confortado agora.
E que ótima ideia de lembrancinha para o dia dos pais.

Beijos!!!

Vivi disse...

Sil, só com a foto que vc colocou amiga, não precisava dizer nada! A foto por si só transmite a mensagem de amor... achei linda a sua história!!! É bom inclusive pra todos que tem o papai ainda por perto, perceber o quanto é bom poder abaça-lo mto ... não só no dia dos pais, mas SEMPRE!!! Graças a Deus tenho o meu carequinha lindo e vou abraça-lo e beija-lo muiiiiito....

Bjaum Sil

Cyy disse...

Fiquei super triste agora com sua história, poxa =/
Perdi minha mãe tbm, mas qdo era criança ainda...
Mas eu AMEI a ideia do pote! vo fzer com minha filha daqui uns aninhos p papai dela =D
beeijos

Ananda Etges disse...

A gente não pode deixar passar nenhuma oportunidade de dizer o quanto gostamos de alguém. Bela ideia a do potinho!

Beijos, Ananda.

http://projetodemae.wordpress.com

Paulinha disse...

Nossa, florzinha! Fiquei emocionada, e me identifiquei com sua história.
Meu pai e eu vivemos aos trancos e barrancos. Acho q isso é coisa de filha mais velha, né?
E às vezes me culpo por não ser uma filha melhor. Ele não é perfeito, mas é meu pai. E ainda q seus erros me façam sofrer, ele nunca deixará de ser meu pai.
Fica bem!
:d


http://socorrominhairmavaicasar.blogspot.com/

Elza Carrara disse...

Foto mais linda com seu pai :)
Meu pai também é dos "pais antigos" e sempre foi cheio de regras comigo, só agora que sou mãe eu entendo o porque delas, rsrsrs
Parabéns pela homenagem.
Bjs

Gaby disse...

Sil, deve ter sido bem complicado aceitar toda essa situação nova, mas tenha certeza que tudo q vc é hj aconteceu graças a ele tb! E ele deve estar muito orgulhoso de ter uma filhona assim como vc... Continue guardando apenas as boas lembranças... Bjaum

Telma disse...

Querida Sil, que lindo seu post!!! Tenho certeza que você foi uma boa filha e seu pai amou cada segundo ao seu lado. Que pena ele ter ido embora assim, longe de você e tão novo. Não nos cabe questionar os planos de Deus. Mas tenho certeza que seu pai está olhando por você lá de cima e sente orgulho da mulher que você se tornou. Culpa a gente sempre sente. Sempre achamos que podiamos ter feito mais do que fizemos. Não importa. O importante é que sei que você tiverem vários momentos únicos e inesquecíveis! Parabéns pelo lindo texto!!! Você ganhou o Top - 5 em primeiro lugar essa semana!!! Vamos avisar às blogueiras do REcanto!!! Beijos.

Angi disse...

Sil!
Nossa, que post emocionante, chorei aqui!
Ai, fica a lição, de falarmos o que sentimos sempre,e mesmo com diferenças, o amor deve prevalecer!
Beijocas

Carolina disse...

Que triste! =/
Isso aconteceu com um dos meus tios, já deu uma sacudida no pessoal da família...

=***

Débora Nunes disse...

Oie!!! Q triste o que aconteceu com vc...

Mas Deus escreve reto por linhas tortas... Tudo tem um motivo... As vezes demora um pouquinho pra vermos ele, mas depois tudo fica muito claro!!!

Amei a idéia do pote dos desejos, quando a Clara tiver um pouquinho maior, certeza vou fazer junto com ela!!!

Muito obrigada pela visitinha no meu blog...

Bjuuuuuuuuuuuuussss...

Mariana Frederico disse...

Adorei essa idéia também!
bjs